Arminianos Cearenses

Arminianos Cearenses

sábado, 28 de fevereiro de 2015

PORQUE OU COMO DEUS ENDURECEU O CORAÇÃO DE FARAÓ?




Por Anderson de Paula

Ao meu ver Romanos 1 a "doutrina do endurecimento" é exposta por Paulo de forma muito clara.
"POR ISSO, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si;" Rm 1.24
"POR CAUSA DISSO, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza;" Rm 1.26
"E, POR HAVEREM DESPREZADO O CONHECIMENTO DE DEUS, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes," Rm 1.28
Ou seja, o endurecimento destes pecadores não foi incondicional, mas devido a perseverança nestes pecados.
Ninguém foi eleito para ser um idólatra e homossexual, mas se perseverar nestes pecados certamente Deus endurecerá os seus corações. Aliás aquele que persevera no pecado está desprezando até mesmo vontade de Deus, sendo que esta não é que eles continuem no pecado.
SOBRE O ENDURECIMENTO DO CORAÇÃO DE FARAÓ:
Deus endureceu o coração de Faraó por causa de ele (Faraó) ter obstinado e endurecido seu próprio coração ao dizer:
“Quem é o Senhor para que lhe ouça eu a voz e deixe ir a Israel? Não conheço o Senhor, nem tampouco deixarei ir a Israel” (Êx 5:2).
A figura de Faraó para o povo (e o próprio Faraó) era de um "deus". Portanto essas palavras de Faraó era um desafio ao próprio Deus dos hebreus, pois na mente dos Egípcios Faraó nao poderia e nem os deuses da maior potencia da época perder para um Deus de escravos. Portanto faraó endureceu seu próprio coração contra Deus e por este motivo Deus mostrou quem ele é para o Egito derrubando todos os "deuses" que eles pensavam ser invencíveis. Aqui segue os deuses que as 10 pragas confrontaram e destronaram!
1ª Praga: Deus derrota o "deus" Osíris com a praga das águas do Nilo transformadas em sangue. Para os egípcios essas águas eram sagradas de acordo com a lenda de Osíris.
2ª Praga: Deus derrota a "deusa" Heka com a praga das rãs. No Egito esse animal era sagrado pois simbolizava o "poder da criação". Quem matasse um animal desses morria, pois era considerado sagrado e era um insulto a "deusa". Contudo, Deus fez com que aquele povo passasse a odiar as rãs por causa do aumento desenfreado desses animais. Assim Deus derrotou a Heka.
3ª Praga: Deus derrota o "deus" Fedi com a praga dos piolhos. Esse deus era o responsável por defender o povo egípcio dos piolhos, que eram grandemente temidos por eles. Deus através desta praga mostra que a defesa desse "deus" em nada adiantou contra o Deus dos hebreus.
4ª Praga: Deus derrota o "deus" Escabino. As moscas eram seres sagrados para os egípcios e representadas por esse "deus". O Deus verdadeiro vence esse "deus' ao enviar moscas para os egípcios em grandes quantidades, fazendo o povo odiar esses insetos e mostrando que Escabino nao era nada.
5ª Praga: Deus derrota o "deus" Apis. Os animais eram o negocio mais lucrativo para esse povo, e por essa razão esse "deus" era muito cultuado, pois era o protetor dos animais do Egito. Deus derrota esse "deus" com a praga das pestes nos animais, mostrando que Apis nada podia fazer para defende-los diante do verdadeiro Deus.
6ª Praga: Deus derrota os "deuses" Imutes e Khonsu. Esses "deuses" eram o deus da medicina dos Egípcios e quando o povo não conseguiam cura pela medicina cultuavam esse "deus" responsável pela saúde do povo. Deus derrota esse "deus" com a praga das Ulceras, mostrando que Imutes nada podia contra o Deus verdadeiro.
7ª Praga: Deus derrota a "deusa" Chó. Essa " deusa" era a protetora dos céus do egípcios. Deus derrota essa "deusa" com a praga da saraiva, mostrando que Chó nada podia contra o verdadeiro Deus.
8ª Praga: Deus derrota o "deus" Zedequias. Esse 'deus' era o protetor das lavouras, mas nada pode fazer quando o Deus verdadeiro manda a praga dos gafanhotos.
9ª Praga: Deus derrota o "deus" Rá. Esse era o deus Sol muito adorado pelo povo. Deus o derrota com a praga das trevas e Rá nada pode fazer contra o Deus verdadeiro!
10ª Praga: Deus derrota o "deus' Anúbis. Esse era o deus da morte e dos funerais. Deus derrota esse "deus" com a praga da morte dos primogênitos, com isso, vence a Faraó e seus "deuses" protetores.
CONCLUSÃO!
Portanto Deus pune Faraó por ter desafiado a Deus! Humilhando não apenas os deuses, mas também mostrando para todos quem é o verdadeiro Deus!


Um comentário:

  1. excelente Argumento Pr Anderson de Paula (haja vista que o coração de Faraó já era endurecido porque no Egito mesmo era politeísta ou seja adorava a vários deuses).

    ResponderExcluir